Jump to content
  • Criando um media server com Debian

       (1 review)

    Fernando Mercês
     Share

    Configurar um servidor de mídia pode ser uma boa maneira de aproveitar um PC de baixo desempenho (mas de razoável capacidade de armazenamento). Além de centralizar suas músicas, fotos e vídeos, torná-los acessíveis a dispositivos como smart TVs, smartphones, tablets, video games e outros que possam atuar como clientes de streaming é realmente interessante.

    Tudo que precisamos para configurar este servidor é de uma LAN ou WLAN e o Debian GNU/Linux. Sem complicação, sem custo.

    Configurar o Debian com IP fixo

    No media server, configuramos um Debian Wheezy com IP fixo. A máquina que eu utilizei acessa a WLAN através de um adaptador wireless USB, então eu coloquei uma reserva de IP (através do MAC address) no próprio roteador wireless, fazendo com que o mesmo IP seja entregue ao servidor, mas você configurar de acordo com a topologia da sua rede. A configuração de IP no Debian fica em /etc/network/interfaces. Lembrando que não precisamos de ambiente gráfico.

    Criando o diretório de mídia

    Tendo o IP, é hora de criar um diretório que mídia que vai armazenar seus arquivos. Escolhi /home/share, mas poderia ser qualquer outro. Dentro dele vamos criar diretórios separados para, por exemplo, filmes, shows e músicas:

    $ sudo mkdir -p /home/share/{filmes,shows,mp3}

    Eu optei por não compartilhar fotos por questões de privacidade.;)

    Agora é hora de colocar arquivos nos diretórios, de modo a popular o media server. Para poder gerenciar os arquivos sem privilégios de root, é interessante tornar seu usuário comum dono do diretório share. No meu caso, o nome de usuário é fernando:

    $ sudo chown -R fernando: /home/share

    Certifique-se de que os arquivos e diretórios possuem permissões para serem visualizados, mas nada de 777 hein. Se necessário, aplique as permissões padrão neles:

    $ find /home/share -type d -exec chmod 0755 {} ;
    $ find /home/share -type f -exec chmod 0644 {} ;

    Instalando e configurando o minidlna

    O minidlna [1] é um servidor de mídia para clientes DLNA/UPnP. Resumidamente, enquanto o UPnP é um conjunto de protocolos que permitem dispositivos compatíves se encontrarem numa rede (auto-discovery), o DLNA é um serviço que utiliza UPnP para streaming de mídia. Algumas pessoas preferem usar o MediaTomb, que tem mais recursos que o minidlna, mas este último é bem modesto e simplista.:)

    Para instalar é bem difícil:

    $ sudo apt-get install minidlna

    Após a instalação, vamos configurar três parâmetros em /etc/minidlna.conf:

    media_dir=/home/share
    root_container=B
    friendly_name=Debian Home Server

    A opção root_container=B faz com que os dispositivos vejam os três diretórios que criamos abaixo de /home/share, por padrão. Eu configurei assim porque não gosto de localizar mídia por artista, gênero, ano etc já que não mantenho tags IDv3 e similares atualizadas. Se não é o seu caso, pode comentar essa opção para que ela seja configurar com seu valor padrão.

    Em friendly_name você configura um nome pelo qual os dispositivos clientes reconhecerão seu media server.

    E por fim, a única opção realmente necessária para o servidor entrar em funcionamento, media_dir, define qual o diretório raiz de mídia.

    Após salvar o arquivo, é preciso forçar que o banco de dados de mídia (em /var/lib/minidlna) seja recriado:

    $ sudo /etc/init.d/minidlna force-reload

    Por padrão, as portas UDP 1900 e TCP 8200 são utilizadas. Se você configurou um firewall no servidor, deve liberá-las.

    Isto é tudo que você precisa fazer para ter um media server funcional. Vamos agora para o lado cliente.

    Usando clientes no Linux e Windows

    Em minha humilde opinião, tá pra nascer um player melhor que o VLC [2]. Além de fazer café, ele é multiplataforma (apt-get install vlc) e age como cliente UPnP tranquilamente. Para isso, instale-o numa máquina que está na mesma rede que o servidor e faça o seguinte:

    • Abra o VLC e vá em “View -> Playlist”.
    • Na navegação do lado esquerdo, expanda “Local Network” e vá em “Universal Plug’n’Play”.

    O friendly_name do seu media server deve aparecer do lado direito em alguns segundos e você já pode começar o streaming.

    vlc.png.4d869863010af3a2d5459dc67e249eec.png

    Usando cliente no Android

    Usuários de smartphones Samsung já possuem um clinte instalado chamado AllShare. Na verdade ele é um servidor também, e você pode compartilhar os arquivos de mídia do seu aparelho na rede, se for de seu interesse.

    O VLC para Android [3]  suporta UPnP, mas os testes foram feitos com uma alternativa para a época que ainda não havia suporte. A ferramenta utilizado foi o UPnPlay [4], que é gratuito e dá conta do recado. Depois de instalar, basta abri-lo e começar o streaming:

    upnplay1.png.8684d698cdeca4f8e14578de51fc6200.png

     upnplay2.png.372c82ac24db897487972cfa560b5e5e.png

    upnplay3.png.e913ad1155d8b4115af71d46eba6619e.png

    upnplay4.png.a3db0d8d128d21577f46b333c475e378.png

     

    Outros clientes

    Qualquer dispositivo compatível com o UPnP na sua rede vai encontrar seu servidor. Smart TVs, DVD/Blu-ray players, video games (como o PS3) e outros. No caso de outros smartphones como iPhone ou Blackberry, pode ser necessário instalar algum aplicativo, mas duvido que seja difícil. Segue uma lista com vários softwares servidores e clientes [5]. Agora não tem desculpa.:)

     

    Referências

    [1] http://sourceforge.net/projects/minidlna/
    [2] http://www.videolan.org/vlc/
    [3] https://www.videolan.org/vlc/download-android.html
    [5] http://en.wikipedia.org/wiki/List_of_UPnP_AV_media_servers_and_clients#Android


    Revisão: Leandro Fróes
     Share


    User Feedback

    Join the conversation

    You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.
    Note: Your post will require moderator approval before it will be visible.

    Guest

    • This will not be shown to other users.
    • Add a review...

      ×   Pasted as rich text.   Restore formatting

        Only 75 emoji are allowed.

      ×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

      ×   Your previous content has been restored.   Clear editor

      ×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.



  • Similar Content

×
×
  • Create New...