Jump to content

All Activity

This stream auto-updates

  1. Past hour
  2. Today
  3. This release includes several new features related to the experimental Microsoft Store source. The REST API now has support for source level agreements, and an HTTP header pass through. Packages can also have agreements a user must accept before downloading and installing a package. We have also made improvements for handling silent installation with MSI UAC issues, and deferred registration for MSIX packages. A new experimental feature will show dependencies listed in a package manifest. The COM API is now considered a stable feature, and has been removed from experimental features. We have also started the work to begin supporting the new v1.1 schema #1243. The implementation for these new keys will follow in subsequent releases. Thanks to @ChungZH for making some UX improvements to show how many upgrades are available, and displaying the version number during install. Features #200 Require EULA/TOS acceptance before download starts. #893 Add support for an arbitrary HTTP header value in REST API #967 Max Installer nodes 1024 #1012 Experimental Show dependencies #1174 Added "doProgressTimeoutInSeconds" Setting #1216 Add Microsoft Store REST Source as default option and fix telemetry gaps #1337 Show the version number during install. #1354 winget upgrade: Display count of available upgrades #1396 Add support for rest api 1.1 interface #1397 Add deferred registration for MSIX #1398 Use MSI API to allow UAC prompts on MSI silent installs #1400 Client verbose logging does not log sufficient information to diagnose issues interacting with rest sources. #1419 Remove the packagedAPI experimental feature flag Bugs #1406 InstallerSuccessCodes in manifest schema does not provide any numerical limits #1416 winget source add doesn't warn you when adding an unsupported source. Download
  4. Yesterday
  5. Não conseguir descansar a mente ou se desligar do trabalho, se sentir mais acelerado, não conseguir dormir, pensar somente em trabalhar… esses são alguns dos sintomas detectados em alguém que está entrando em um processo de Síndrome de Burnout. Os sintomas básicos são um estresse constante, o pensamento acelerado, um esgotamento mental, e, mesmo quando a pessoa não está fazendo nada, se sente cansada. Segundo reportagem da Agência Brasil, a síndrome foi incluída na Classificação Internacional de Doenças da Organização Mundial da Saúde (OMS) em 2019. A matéria traz ainda dados da OMS, que apontam que, no Brasil, 11,5 milhões de pessoas sofrem com depressão. A Síndrome de Burnout vem sendo cada vez mais comum dentro das empresas, e profissionais têm pedido afastamento de seus empregos por conta de doenças mentais relacionadas ao trabalho. Na área de segurança, a pressão do dia a dia pode agravar essa situação. Muitas vezes os profissionais estão enfrentando um processo de estresse alto que pode levar a consequências físicas mais graves e nem percebem, e é importante detectar o quanto antes se essa rotina está afetando a saúde – e evitar que a situação piore. "A área de segurança tem, geralmente, uma carga muito intensa de trabalho. Não existem 8 horas de trabalhos diários, 40 horas semanais, até porque a maior parte das mudanças são feitas em janelas de atendimento durante o dia e mudanças à noite, quando há disponibilidade para alterações nos sistemas sem impacto ao usuário final. O que torna o trabalho com segurança da informação e privacidade tenso é toda a pressão que a responsabilidade da atividade traz para o dia a dia, principalmente pelo vínculo com a saúde do negócio", explica Eva Pereira, CMO, Head Security Awareness e Responsabilidade Social da IBLISS Digital Security e Team Coach de Alianças, Marketing e Privacidade da WOMCY. Eva tem mais de 20 anos de experiência no mercado, atuando com segurança desde 1997. "Sempre trabalhei em média 17 horas por dia. Em um somatório de muitos anos, isso veio plantando uma sementinha que não foi legal", conta. "Quando a gente é muito jovem e tem muita saúde, acha que virar uma ou duas noites sem dormir não tem problema, mas fazer isso durante anos tem uma consequência", alerta. Ela diz que a tensão de manter um ambiente seguro e defender um projeto em meio a tantos outros em que a companhia deve tratar, acumula uma dinâmica em uma pessoa que sofre pressão por entregar resultados e acaba gerando uma falta de equilíbrio entre bem-estar e vida social. "Você vai se consumindo no trabalho. Tudo que é excesso traz consequências. Isso formou uma bola de neve, além do acúmulo de funções ou ter que dar conta de tudo, a falta de ir a um parque, andar descalça, um convívio social, foi se somando", destaca. "Você vai se consumindo no trabalho. Tudo que é excesso traz consequências" - Eva Pereira Um dia Eva se deu conta que, além de não conseguir dormir, pois o corpo estava cansado e a mente não silenciava, a questão física ficou mais evidente. "Eu tive episódios de dores de cabeça por mais de 15 dias". Uma massagista da própria empresa em que trabalhava na época a alertou: "Toma cuidado, seu corpo cansou de te avisar que algo não está bem". No mesmo dia, Eva foi parar no hospital. "Eu apaguei, não estava falando coisa com coisa, estava confusa, delirando. Fui parar em um hospital, onde soube que estava tendo um princípio de AVC". Eva conta que não conseguia produzir muito mais depois disso. "É como se eu quisesse passar a quinta marcha na estrada, o carro pedia, mas eu não conseguia. Perdi o domínio do meu corpo, ele precisava descansar", diz Eva, que iniciou um tratamento natural, retomando suas funções aos poucos ao longo dos anos. "Precisei trocar de emprego, dar uma reviravolta na minha vida e buscar o natural para equilibrar minha rotina. Foram quase 2 anos para retomar à normalidade da capacidade que eu tinha de agilidade". Demanda diária – Uma pesquisa do Chartered Institute of Information Security (CIISec) sobre profissionais de segurança aponta que o estresse no local de trabalho pode ser grande, e o número de horas de trabalho nesta área aumentou durante a pandemia de Covid-19. Em média, os profissionais de segurança trabalham 42,5 horas por semana, mas alguns trabalham até 90 horas semanais, o que é preocupante, considerando que o esgotamento é destacado como um grande problema da profissão pelo relatório. "Quem escolheu a área de tecnologia já sabia onde estava se metendo. Durante a faculdade já começamos a ter essa visão, ou logo nos primeiros meses de trabalho sabemos que não tem horário, tem uma carga pesada de trabalho, de entrega, de cobrança, de necessidade de se manter atualizado", conta Jorge (nome fictício, pois o profissional preferiu não ser identificado). Com mais de 25 anos dedicados à tecnologia, e desses, pelos menos 17 na área de segurança da informação, Jorge atua como Diretor de Segurança e lida no dia a dia com orçamentos limitados, o que faz com que as escolhas sejam difíceis. "Você dorme com aquilo na cabeça, porque fica ciente que deixou algo descoberto, e isso tira seu sono", destaca. "Você não vai conseguir resolver tudo, não tem super-homem, não tem mulher maravilha. A área de segurança não é para heróis", pontua Jorge Jorge diz que ao passo em que um atacante vai buscando as brechas e vulnerabilidades, a diversidade de tecnologias e de componentes deixa a empresa cada vez mais exposta. "A transformação digital por si só já te expõe a riscos maiores. Por outro lado, você, como profissional de segurança, precisa viabilizar o negócio e muitas vezes vai dormir com a ciência de que deixou vulnerabilidades descobertas e que alguém pode se aproveitar delas". Apesar da pressão diária, o profissional conta que é preciso saber lidar bem com essas adversidades do dia a dia e saber delegar, sem querer carregar tudo nas costas. "Você não vai conseguir resolver tudo, não tem super-homem, não tem mulher maravilha. A área de segurança não é para heróis. É preciso saber dividir para não se sobrecarregar", indica. Para quem trabalha na área de segurança, responder a um incidente é um momento estressante de muita pressão. Mas para Anchises, que é profissional da área de segurança e colaborador do Mente Binária, é possível encarar com mais leveza e uma dose de satisfação. "Para trabalhar na área é preciso ter a ciência de que esse tipo de situação pode acontecer, mas sem que isso te prejudique. É ok também mudar de trabalho se não estiver aguentando a pressão. É preciso priorizar a saúde. Se você não priorizar sua saúde, ninguém vai fazer isso por você", destaca. Primeiros sintomas – "Eu já tinha passado isso uma vez por um afastamento de trabalho quando eu trabalhava em uma grande rede varejista, achando que era um super-herói. Fiquei 80 dias afastado, mas quando fui parar no ambulatório da empresa, e depois no hospital, eu estava em um estado muito crítico", diz Jorge. Esse episódio o ajudou, no ano passado, a detectar alguns comportamentos e sintomas parecidos com os que teve naquela época. "Comecei a perceber, em junho, que as coisas estavam estranhas, mas achei que era por conta da pandemia, já que todo muito estava impactado de alguma forma". Ele diz que esse período de isolamento social agravou um pouco mais a situação, por conta da falta de um contato mais próximo das pessoas. "Apesar de ser um cara de tecnologia, eu gosto mais de gente do que de máquina. E eu comecei a sentir falta de happy hour, almoço, olho no olho, uma conversa de corredor. Achei que estava mal por causa disso, e deixei passar". O primeiro sinal de alerta foi quando Jorge chorou no final de uma reunião de equipe. "Fiquei com vergonha, fechei a câmera, e algumas pessoas perceberam, mandaram mensagem. Mas isso já foi um sinal de atenção. Em agosto, eu percebi outros sintomas, como não querer sair da cama, tomar banho, comer... a cabeça estava longe, eu não lembrava o que tinha sido conversado nas reuniões, minha produtividade caiu demais, e comecei a esquecer coisas importantes. Isso impactou minha rotina", relata Jorge. Ele decidiu marcar uma consulta com um psicólogo. Mas após um dia muito intenso de trabalho, Jorge percebeu que realmente precisava de uma pausa. "Um pouco antes da consulta, estourou uma crise em um dos clientes, um incidente grave de segurança. Trabalhei direto, fazendo poucas pausas. Na segunda-feira de manhã, em uma reunião para falar sobre o problema, eu desabei a chorar e acabei desabafando com meu colega. No mesmo dia, o psicólogo me encaminhou ao psiquiatra". Jorge teve que lidar ainda com mais um fator, que é o medo e a vergonha de se expor em relação a essa dificuldade. "Eu demorei mais de um mês para aceitar que estava doente. Mesmo com o diagnóstico, eu só comentei sobre isso com minha esposa e com o RH da empresa. Demorei para falar sobre isso com as pessoas mais próximas, que foram poucas, e só depois de uns 3 ou 4 meses que comecei a falar mais abertamente. Eu tinha vergonha e medo dessa exposição. Depois eu entendi que todo mundo tem suas vulnerabilidade e lidar com isso é um sinal de força, e não de fraqueza". Segundo Fabiane de Faria, psicóloga com especialização em Terapia Cognitivo Comportamental, é comum ter medo de falar sobre o assunto, pois existe um estigma quando se fala em doenças psiquiátricas. "Parece que isso demonstra uma certa fraqueza, erroneamente, ou uma certa inabilidade no seu trabalho, que também não tem nada a ver". Pandemia – "Muitas pessoas que já estavam tendenciosas a ter Burnout acabaram tendo porque a pandemia foi uma aceleração, um caminho para tudo aquilo que nos dificultava", diz Fabiane. A psicóloga destaca que para quem tinha tendência a ter ansiedade ou a deprimir, a pandemia serviu como um gatilho para iniciar uma série de movimentos. O especialista em segurança da informação e Head de Resposta a Incidentes na Tempest, Thiago Araújo, notou que nesse período de home office imposto por conta do isolamento social estava trabalhando muito mais do que em um ambiente normal do dia a dia do escritório. "Em casa ficamos sentados muitas horas trabalhando, então comecei a ter problemas físicos na coluna, na perna, e problemas de ansiedade, além de uma fadiga extrema e dificuldade em me concentrar, insônia... Isso foi piorando ao longo da pandemia, e nossa área vem trabalhando muito por conta de um aumento de incidentes", conta. "Hoje eu tento não pegar muitos trabalhos estressantes" - Thiago Araújo Em uma semana estressante de escrever relatórios, um cliente acionou a equipe de Thiago na madrugada, e ele começou a trabalhar mesmo não dormindo bem. "Nesse dia eu entrei em desespero, em pânico, eu fiquei paralisado. Minha esposa viu e me levou pra cama. No dia seguinte eu liguei para a psicanalista e avisei os colegas que eu não conseguiria mais trabalhar no caso. Eles entenderam perfeitamente", diz. Thiago relata que não havia ocorrido nada parecido com ele anteriormente, apesar de ter passado por alguns momentos de ansiedade. "Passei o ano de 2020 todo com esses episódios até esse colapso. A gente acaba não percebendo, acha que no dia seguinte estará tudo bem, mas só piora". Ele conta que teve apoio de sua empresa e não ficou afastado legalmente, mas saiu das tarefas mais estressantes de seu trabalho. "Continuei trabalhando normalmente, gerindo a equipe, mas fora do cenário, sem pegar casos extremos. Hoje eu tento não pegar muitos trabalhos estressantes, vou dividindo para a equipe, e chega um momento em que eles trabalham sozinhos. Depois eu ajudo em um relatório, ou no entendimento de uma evidência, tratamento de um caso". Papel da empresa – Trazer uma consciência mais humana ao trabalho é resultado de um processo de recuperação, conta Eva. "Eu estudo comportamento humano hoje, e vejo que quanto mais humanizado é o contato com o profissional, melhor resultado eu tenho dele. E o que as empresas precisam não é só cobrar metas, e sim dar voz de uma forma estruturada para que seus colaboradores se expressem, trazendo sua essência e diversidade de opiniões. Se a empresa faz isso, ela tem muito mais futuro e consegue crescer mais forte, além de colaboradores felizes", diz. Eva ressalta a importância de estar em um ambiente de trabalho onde o colaborador é reconhecido dentro de sua importância. "É importante entender que se chegamos em um estado desse, precisamos de apoio de empresas com propósito, que se preocupam efetivamente com o colaborador, e não com um número apenas. As empresas são feitas por pessoas. É preciso proporcionar uma qualidade de vida para que a situação não chegue num ponto de insegurança mental. E se você chegar nesse ponto, que a empresa possa te apoiar na sua recuperação, pois isso é fundamental". Em seu momento de crise, Jorge se sentiu apoiado por sua empresa. "A empresa continuou me pagando integralmente, colocou outra psicóloga à disposição, com quem eu conversava periodicamente, e ficou focada na minha recuperação. Toda vez que eu ensaiava voltar, eles falavam pra eu voltar bem. Na minha experiência, a empresa foi super diferenciada. E não sei se essa é a realidade da maioria delas", destaca. Tratamentos e recuperação – Tratamento é a primeira coisa, o melhor e inevitável caminho para quem quer melhorar, diz a psicóloga Fabiane. Segundo ela, é importante também entender os limites, pois não é falta de vontade, não é desmotivação, nem desinteresse da pessoa que está passando por essa situação. "Na depressão, realmente tem dias que a gente fica muito para baixo, sem vontade de fazer nada, com o humor deprimido. Conseguir entender as nossas limitações, aceitar esses dias, não deixar que eles nos deixem piores e tentar recomeçar é essencial", diz. Procurar não ficar focado somente no trabalho também faz parte de um processo de recuperação ou prevenção ao Burnout, diz a psicóloga. "O home office tem deixado as pessoas 100% focadas no trabalho, o tempo todo trabalhando, ligado no celular, no e-mail. Tentar focar em outras coisas, ter uma rotina de trabalho com horários certos, dividir quais são os horários de comer, estar com a família, ter tempo para você, para a sua atividade física… esse é o principal caminho para manter uma mente sã e tranquila", indica. "Temos que tomar cuidado, e se não buscarmos o autocontrole, o corpo vai reagir em algum momento" - Anchises Anchises diz que adotou um estilo de vida mais leve e saudável após passar por alguns episódios de estresse durante a pandemia. "Já tive vários momentos que impactaram minha saúde. Meu corpo reagiu e isso foi um sinal de alerta. Temos que tomar cuidado, e se não buscarmos o autocontrole, o corpo vai reagir em algum momento. Pode ser de forma branda ou mais grave. No meu caso, todas as vezes que tive essa percepção tentei desacelerar, diminuir meu estresse com meu trabalho para voltar a ter um equilíbrio", conta. Ele ressalta que, na época de pandemia, ao mesmo tempo que não sofria tanto por estar acostumado com o trabalho remoto e ter consciência que é uma fase passageira, chegou um momento que ficou exausto de tanto ficar em casa. "A maioria das minhas opções tradicionais de lazer foram cerceadas. Fiquei limitado. E por isso decidi, este ano, fazer um curso de francês para aprender a relaxar e me desconectar do trabalho, e adotei dois gatinhos para ter uma companhia", diz Anchises. Foi isso que Eva também fez após o episódio grave de Burnout relatado anteriormente. Hoje ela aprendeu a silenciar sua mente e a equilibrar trabalho com bem-estar e vida pessoal. Ela relata que na época de sua crise, a vontade foi de abandonar a carreira e os anos de trabalho com segurança. "Quando eu parei para pensar melhor, eu vi que não foi a tecnologia que me fez passar por isso, e sim a ausência de segurança mental para conseguir lidar com a situação no momento, por excesso de pressão e falta de apoio. Por que eu sempre acordei todos os dias? Para, de alguma forma, trabalhar por uma sociedade mais segura. E se eu não me sinto segura em levar meu propósito para os lugares, eu preciso procurar um lugar onde esse propósito se encaixe", destaca Eva. "Meu propósito de vida hoje é cuidar de mim". Jorge também conta que está mais focado em cuidar do corpo e da mente, fazendo exercício físico e aulas de violão junto com seu filho. "Mudei a alimentação, comecei a fazer atividades que me dão prazer. E acredito que o autoconhecimento é importante para qualquer área da vida, não somente para quem está em depressão e Burnout", diz. Da mesma forma, Thiago relata que hoje está bem melhor, fazendo terapia, e indica às pessoas a buscarem ajuda antes do corpo entrar em colapso. "Não tenha vergonha", diz.
  6. Com o WSL que a Microsoft desenvolve ativamente acho não é uma grande preocupação já que dá para rodar uma mini máquina virtual Linux dentro do próprio Windows 10 sem praticamente afetar o desempenho da máquina. Por exemplo para quem usa o Docker não faz diferença nenhuma agora que temos o WSL no Windows 10 na verdade você pode rodar o PHP direto no WSL sem o Docker.
  7. Last week
  8. We are excited to announce version 3.0! 🎉 capa 3.0: adds support for ELF files targeting Linux thanks to Intezer adds new features to specify OS, CPU architecture, and file format fixes a few bugs that may have led to false negatives (missed capabilities) in older versions adds 80 new rules, including 36 describing techniques for Linux A huge thanks to everyone who submitted issues, provided feedback, and contributed code and rules. Special acknowledgement to @Adir-Shemesh and @TcM1911 of Intezer for contributing the code to enable ELF support. Also, welcome first time contributors: @jaredscottwilson @cdong1012 @jlepore-fe New Features all: add support for ELF files #700 @Adir-Shemesh @TcM1911 rule format: add feature format: for file format, like format: pe #723 @williballenthin rule format: add feature arch: for architecture, like arch: amd64 #723 @williballenthin rule format: add feature os: for operating system, like os: windows #723 @williballenthin rule format: add feature substring: for verbatim strings with leading/trailing wildcards #737 @williballenthin scripts: add profile-memory.py for profiling memory usage #736 @williballenthin main: add light weight ELF file feature extractor to detect file limitations #770 @mr-tz Breaking Changes rules using format, arch, os, or substring features cannot be used by capa versions prior to v3 legacy term arch (i.e., "x32") is now called bitness @williballenthin freeze format gains new section for "global" features #759 @williballenthin New Rules (80) collection/webcam/capture-webcam-image @johnk3r nursery/list-drag-and-drop-files michael.hunhoff@fireeye.com nursery/monitor-clipboard-content michael.hunhoff@fireeye.com nursery/monitor-local-ipv4-address-changes michael.hunhoff@fireeye.com nursery/load-windows-common-language-runtime michael.hunhoff@fireeye.com nursery/resize-volume-shadow-copy-storage michael.hunhoff@fireeye.com nursery/add-user-account-group michael.hunhoff@fireeye.com nursery/add-user-account-to-group michael.hunhoff@fireeye.com nursery/add-user-account michael.hunhoff@fireeye.com nursery/change-user-account-password michael.hunhoff@fireeye.com nursery/delete-user-account-from-group michael.hunhoff@fireeye.com nursery/delete-user-account-group michael.hunhoff@fireeye.com nursery/delete-user-account michael.hunhoff@fireeye.com nursery/list-domain-servers michael.hunhoff@fireeye.com nursery/list-groups-for-user-account michael.hunhoff@fireeye.com nursery/list-user-account-groups michael.hunhoff@fireeye.com nursery/list-user-accounts-for-group michael.hunhoff@fireeye.com nursery/list-user-accounts michael.hunhoff@fireeye.com nursery/parse-url michael.hunhoff@fireeye.com nursery/register-raw-input-devices michael.hunhoff@fireeye.com anti-analysis/packer/gopacker/packed-with-gopacker jared.wilson@fireeye.com host-interaction/driver/create-device-object @mr-tz host-interaction/process/create/execute-command @mr-tz data-manipulation/encryption/create-new-key-via-cryptacquirecontext chuong.dong@fireeye.com host-interaction/log/clfs/append-data-to-clfs-log-container blaine.stancill@mandiant.com host-interaction/log/clfs/read-data-from-clfs-log-container blaine.stancill@mandiant.com data-manipulation/encryption/hc-128/encrypt-data-using-hc-128-via-wolfssl blaine.stancill@mandiant.com c2/shell/create-unix-reverse-shell joakim@intezer.com c2/shell/execute-shell-command-received-from-socket joakim@intezer.com collection/get-current-user joakim@intezer.com host-interaction/file-system/change-file-permission joakim@intezer.com host-interaction/hardware/memory/get-memory-information joakim@intezer.com host-interaction/mutex/lock-file joakim@intezer.com host-interaction/os/version/get-kernel-version joakim@intezer.com host-interaction/os/version/get-linux-distribution joakim@intezer.com host-interaction/process/terminate/terminate-process-via-kill joakim@intezer.com lib/duplicate-stdin-and-stdout joakim@intezer.com nursery/capture-network-configuration-via-ifconfig joakim@intezeer.com nursery/collect-ssh-keys joakim@intezer.com nursery/enumerate-processes-via-procfs joakim@intezer.com nursery/interact-with-iptables joakim@intezer.com persistence/persist-via-desktop-autostart joakim@intezer.com persistence/persist-via-shell-profile-or-rc-file joakim@intezer.com persistence/service/persist-via-rc-script joakim@intezer.com collection/get-current-user-on-linux joakim@intezer.com collection/network/get-mac-address-on-windows moritz.raabe@fireeye.com host-interaction/file-system/read/read-file-on-linux moritz.raabe@fireeye.com joakim@intezer.com host-interaction/file-system/read/read-file-on-windows moritz.raabe@fireeye.com host-interaction/file-system/write/write-file-on-windows william.ballenthin@fireeye.com host-interaction/os/info/get-system-information-on-windows moritz.raabe@fireeye.com joakim@intezer.com host-interaction/process/create/create-process-on-windows moritz.raabe@fireeye.com linking/runtime-linking/link-function-at-runtime-on-windows moritz.raabe@fireeye.com nursery/create-process-on-linux joakim@intezer.com nursery/enumerate-files-on-linux william.ballenthin@fireeye.com nursery/get-mac-address-on-linux joakim@intezer.com nursery/get-system-information-on-linux joakim@intezer.com nursery/link-function-at-runtime-on-linux joakim@intezer.com nursery/write-file-on-linux joakim@intezer.com communication/socket/tcp/send/obtain-transmitpackets-callback-function-via-wsaioctl jonathan.lepore@mandiant.com nursery/linked-against-cpp-http-library @mr-tz nursery/linked-against-cpp-json-library @mr-tz Bug Fixes main: fix KeyError: 0 when reporting results @williballehtin #703 main: fix potential false negatives due to namespaces across scopes @williballenthin #721 linter: suppress some warnings about imports from ntdll/ntoskrnl @williballenthin #743 linter: suppress some warnings about missing examples in the nursery @williballenthin #747 capa explorer IDA Pro plugin explorer: add additional filter logic when displaying matches by function #686 @mike-hunhoff explorer: remove duplicate check when saving file #687 @mike-hunhoff explorer: update IDA extractor to use non-canon mnemonics #688 @mike-hunhoff explorer: allow user to add specified number of bytes when adding a Bytes feature in the Rule Generator #689 @mike-hunhoff explorer: enforce max column width Features and Editor panes #691 @mike-hunhoff explorer: add option to limit features to currently selected disassembly address #692 @mike-hunhoff explorer: update support documentation and runtime checks #741 @mike-hunhoff explorer: small performance boost to rule generator search functionality #742 @mike-hunhoff explorer: add support for arch, os, and format features #758 @mike-hunhoff explorer: improve parsing algorithm for rule generator feature editor #768 @mike-hunhoff Development Raw diffs capa v2.0.0...v3.0.0 capa-rules v2.0.0...v3.0.0 Download
  9. GDB 11.1 Release. Download
  10. [VERSION] 0.3.1.3 Download
  11. Earlier
  12. Ao longo dos últimos meses, nós temos compartilhado uma série de artigos sobre o universo da Segurança de Aplicações. A boa notícia para quem se interessou pelo assunto e quer se aprofundar ainda mais no tema é que a Conviso disponibilizou de forma integral e gratuita em seu canal de YouTube o treinamento AppSec Starter - um curso inicial de conscientização em AppSec. Para quem tem interesse em se aprofundar mais sobre Desenvolvimento Seguro e gosta de aprender por meio de cursos, é uma ótima oportunidade de ingressar no universo da AppSec por meio de um curso criado por profissionais que vivem o tema no dia a dia. Além disso, por já estar 100% disponível na íntegra, é possível encaixar as aulas nos horários que melhor se adaptarem na rotina de cada aluno. O treinamento é composto por um total de 15 vídeo-aulas, onde conceitos introdutórios são abordados - em linguagem acessível - pelos especialistas da empresa. Ao longo dos vídeos, temas como Modelagem de Ameaças, Owasp Top 10 e Testes de Segurança de Aplicações são abordados. Para conferir o programa detalhado das 15 aulas, clique aqui. O curso foi criado originalmente para facilitar a entrada de novos colaboradores da Conviso em uma cultura de AppSec. Agora, ele está aberto e acessível na íntegra para que qualquer estudante ou profissional com interesse em aprender mais sobre o tema possa ingressar nos conceitos iniciais de AppSec. 🤗 Público-alvo do treinamento Qualquer estudante ou profissional de áreas relacionadas a tecnologia que tenham interesse no tema podem se beneficiar com o treinamento. No entanto, é altamente indicado para profissionais envolvidos com desenvolvimento de software, que certamente poderão tirar máximo proveito das informações contidas no curso. Se você consumir o treinamento, não se esqueça de deixar seu feedback nos próprios comentários do canal do YouTube da Conviso, para que mais treinamentos possam ser disponibilizados no futuro. E caso você conheça alguém que se interesse pelo treinamento, não deixe de compartilhar esse conteúdo! 😉
  13. What's New Change History Installation Guide SHA-256: 1e1d363c18622b9477bddf0cc172ec55e56cac1416b332a5c53906a78eb87989 Download
  14. Peço desculpas pelo intervalo entre as mensagens. Já tava com o print de erro, mas, fiz mais uma tentativa, após sua última mensagem.. Apaguei tudo, de novo, e refiz o código. Dei uma olhada e tinha um erro de digitação. Erro de principiante XD! Muito obrigado pela força! Segue... THANKS.!! Tudo certo, muito obrigado!!!
  15. Você copiou e colou o código que te passei ou redigitou tudo? Se for o segundo caso, cole seu código aqui para eu ver (por completo). Ah, quando for exibir uma mensagem de erro é melhor mostrar ela por completo. Cada linha e cada letra. Pode até tirar um print do terminal também se quiser. Só com essa mensagem aí é impossível eu dizer o que está errado. Eu preciso das duas coisas: A mensagem de erro completa e o código completo que você escreveu. Uma dica quando for colar o código aqui, clique nesse botão com o símbolo "<>" que ele formata o texto como código:
  16. Pessoal bom dia! Estou retornando meus estudos na área de engenharia reversa e gostaria de indicação de debuguer's tão bons quanto o olly. Tanto para 32/64. Alguém poderia indicar? Agradeço!
  17. [FEATURE] Set size of the printed PID column to 4 Download
  18. [NOBIN] Removed empty file: iat_finder.cpp Download
  19. Se eu colocar global assembly sem o _ ele não compila .o mensagem de erro: error: parser: instruction expected
  20. O algoritmo mais recente que eu fiz está no YouTube com o título "Quebra do RSA por solução do problema de fatoração | Eric Campos Bastos Guedes" Avaliem e me deem um retorno
  21. A linha `global_assembly:` deveria ser global seguido de assembly. Onde global é uma diretiva que será explicada posteriormente, e assembly seria o nome do rótulo logo abaixo (será explicado também). bits 64 global assembly assembly: mov eax, 777 ret
  22. Fala galera blz ? To exatamente nessa pág do livro https://mentebinaria.gitbook.io/assembly/a-base e não consigo criar a PoC. To usando o ubuntu 21.04 x86-64 em VM Na tentativa de criar a PoC eu já fiz main.c: #include <stdio.h> int assembly (void); int main (void) { printf("Resultado: %d\n"), assembly()); return 0; } e assembly.asm: bits 64 global_assembly: assembly: mov eax, 777 ret até ai blz, criei tbm: nasm assembly.asm -f elf64 gcc -c main.c -o main.o tudo conforme o roteiro .... Mas .. Na última parte: gcc assembly.o main.o -o test -no-pie .... recebo: /usr/bin/ld: main.o: na função "main": main.c:(.text+0x9): referência não definida para "assembly" collect2: error: ld returned 1 exit status valeuuu !
  23. Boa noite gente sou novo estudando logica de programação e preciso de ajuda com um trabalho da faculdade se alguém puder me explicar eu agradeço Segue o enunciado e o código que preciso completar logo em seguida Imagine que você trabalha em um equipe de desenvolvimento, a qual foi incumbida a tarefa de criação de um código em linguagem C para que seja criada uma lista de dados com até 30 posições que possam ser preenchidas apenas com letras, como em uma linha de texto. Diante disso, seu desafio é completar o código de forma que possa servir como atualizador dos caracteres da mensagem. Deve ser possível atualizar quantos caracteres e quantas vezes for desejado pelo usuário até que este indique que não deseja mais alterar os caracteres da mensagem. Sendo assim, a função deve receber os seguintes dados:* Caractere a ser armazenado (letras, números e símbolos comuns de texto).* Posição (dentro do limite de 30 posições).Assim, com base nestes dois dados recebidos, deve atualizar a lista de letras como se estivesse atualizando o texto da mensagem gravada.Um detalhe importante é que se for passado como parâmetro 0 como posição, a lista toda deve ser esvaziada para apagar toda a mensagem. #include <stdio.h> #include <locale.h> int main() { setlocale(LC_ALL, ""); _________________ // Declaracao de variaveis _________________ _________________ _________________ printf ("*** GERENCIADOR DE MENSAGEM ***\n\n"); _________________________________________ // Entrada da mensagem original _________________________________________ _________________________________________ printf ("\n*** INICIANDO GERENCIADOR DA MENSAGEM ***\n"); while (toupper (sair) == 'S'){ printf ("\nDigite uma letra a ser inserida na mensagem: "); scanf ("%c", &letra); fflush(stdin); printf ("Digite a posição da letra na mensagem: "); scanf ("%d", &posicao); fflush(stdin); if _____________________ // Mecanismo de troca de caracteres ________________________ ________________________ else ________________________ // Controle de repetição do processo printf ("Digite s para continuar ou outra letra para sair: "); scanf ("%c", &sair); fflush(stdin); } _______________________________________________ // Exibição da mensagem alterada return 0; }
  24. See https://frida.re/news/ for details. Download
  25. Update submodules Download
  1. Load more activity
×
×
  • Create New...