Jump to content
  • Sign in to follow this  

    Antifitriões falsos fraudam clientes do Airbnb


    Bruna Chieco

    Por conta de uma provável fraqueza na política de segurança, usuários do Airbnb podem estar sujeitos a fraudes. Um artigo publicado pela colaboradora da Vice, Allie Conti, detalha como ela caiu em um golpe. Ela diz que no dia em que ia fazer o check-in em um apartamento reservado, recebeu uma ligação de uma pessoa dizendo que sua reserva não poderia ser atendida por conta de um problema no encanamento da unidade, localizada em Chicago.

    Sua suspeita começou quando ela percebeu que o código da área da ligação era de Los Angeles. A pessoa do outro lado da linha ofereceu uma nova hospedagem enquanto o problema no encanamento fosse resolvido, e ainda insistiu para que ela confirmasse rapidamente se queria alterar sua reserva. Ela concordou com a troca, mas solicitou uma confirmação por escrito, e ainda pediu direito de reembolso caso o problema não fosse resolvido.

    Ao chegar no novo endereço, Allie e seus amigos perceberam que o mesmo não existia. Após alguma tentativas, eles até encontraram o local, mas não era o que foi oferecido nas fotos. Em resumo, o problema no encanamento da reserva original não foi resolvido, e o grupo arcou com a hospedagem de um hotel na última hora, esperando o reembolso prometido pela reserva do Airbnb, o que não ocorreu. Ela conseguiu apenas que uma pequena parte fosse reembolsada, via reclamação na plataforma, após muitas trocas de mensagens.

    Ao decidir investigar o que ocorreu em Chicago, ela descobriu que o número que havia ligado para ela na ocasião não poderia ser rastreado e que reclamações de outros inquilinos sobre o mesmo tipo de experiência com os mesmos anfitriões foram feitas anteriormente. Ela percebeu que o golpe era grande e aparentemente uma mesma pessoa ou grupo criou inúmeras contas falsas para executar o mesmo esquema no Airbnb. O golpe, segundo Allie, abrange oito cidades e quase 100 propriedades listadas no Airbnb. Aparentemente, quem comete a fraude descobriu que é fácil explorar as regras da plataforma para aplicar os golpes, recebendo o dinheiro da reserva sem possuir o apartamento ofertado, ou não entregando o que consta nas fotos e descrição do imóvel 😬

    O Airbnb demorou para responder a Allie e não desativou as contas falsas após as reclamações. A política de reembolso do Airbnb não diz que os hóspedes precisam de provas escritas para obter um reembolso total, mas observa que a empresa tem a palavra final em todas as disputas, facilitando a vida dos golpistas. Por exemplo, se um hóspede fica até uma noite em um aluguel, é difícil obter um reembolso total, de acordo com as regras da empresa. E se um host (anfitrião) solicitar a um hóspede que fique em uma propriedade diferente da que ele alugou, o Airbnb aconselha o hóspede a solicitar um cancelamento se "não concordar com a troca".

    Além disso, o Airbnb disse que os anfitriões têm o direito de responder às reclamações feitas, e a empresa ainda usa um sistema de classificação no qual o host e o inquilino podem fornecer feedbacks publicamente uns aos outros — e o que acontece é que os anfitriões podem criticar os inquilinos e não recomendá-los após denúncias como essas, abalando também a credibilidade dos inquilinos perante usuários da plataforma. 🤷‍♀️

    Na publicação, em inglês, Allie dá detalhes de sua e outras experiência com o mesmo host.

    Sign in to follow this  


    User Feedback

    Recommended Comments

    There are no comments to display.



    Join the conversation

    You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

    Guest
    Add a comment...

    ×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

      Only 75 emoji are allowed.

    ×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

    ×   Your previous content has been restored.   Clear editor

    ×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.


×
×
  • Create New...