Jump to content
  • Conheça a lucrativa indústria de cheats de videogame


    Com o crescimento da indústria de videogames, os atacantes voltaram suas atenções para esse universo, com diversos sites e fóruns clandestinos compartilhando ferramentas ilegais que exploram uma maneira de trapacear nos jogos. Uma reportagem da Vice conta sobre como as trapaças são consideradas pela indústria de games uma espiral negativa que pode matar um jogo. 

    Elas fazem com que os jogadores saiam dos jogos, especialmente os gratuitos, onde os jogadores são mais propensos a comprar itens para continuar jogando, prejudicando os resultados financeiros dos editores. 

    Muitos desenvolvedores de jogos têm equipes anti-cheat dedicadas que tentam detectar e banir trapaceiros e tentar corrigir as vulnerabilidades que eles estavam explorando. Apesar dos esforços dos criadores de jogos, trapacear ainda é um problema em jogos online, porque os jogadores estão dispostos a pagar pelos cheats, alimentando uma indústria lucrativa. "Existem desenvolvedores de trapaça que conhecemos que ganham mais de US$ 2 milhões por mês", disse o funcionário de uma empresa de videogames com conhecimento de organizações trapaceiras à Vice. 

    Segundo a reportagem, 7 anos atrás, um desenvolvedor de truques alegou que estava ganhando US$ 1,25 milhão por ano; mais recentemente, um hacker revelou que por 20 anos viveu trapaceando e explorando vulnerabilidades em jogos. As empresas de videogames processaram vários fabricantes de truques, reivindicando milhões de dólares em perdas e, em alguns desses processos, os juízes condenaram os fabricantes de cheats a pagarem milhões.

    Membros de grupos de cheats são presos – Desenvolver e vender cheats na China é considerado crime de hacking. No ano passado, as autoridades condenaram cinco homens a seis a nove meses de prisão por desenvolver e vender fraudes do Peacekeeper Elite (nome do jogo PUBG Mobile na China). No início deste ano, um homem foi condenado a 3 anos de prisão e multa de 100 mil yuans chineses (cerca de US$ 15 mil) por desenvolver e vender cheats para Knives Out, outro jogo mobile. 

    O Chicken Drumstick, um grupo de trapaça de games que ganhou mais de US$ 70 milhões apenas vendendo cheats para o jogo PUBG Mobile, também foi desmantelado em uma operação da polícia chinesa que trabalhava em uma investigação junto à Tencent, empresa de tecnologia chinesa e editora do PUBG Mobile. 

    Isso fez com que a operação que continha cerca de 600 mil usuários ativos por mês fosse encerrada, sendo que o principal desenvolvedor dos cheats literalmente destruiu seus discos para evitar ser pego.


    User Feedback

    Recommended Comments

    There are no comments to display.



    Join the conversation

    You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

    Guest
    Add a comment...

    ×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

      Only 75 emoji are allowed.

    ×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

    ×   Your previous content has been restored.   Clear editor

    ×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.


×
×
  • Create New...