Jump to content
  • Sign in to follow this  

    Empresas de tecnologia e OMS abrem inscrições para hackathon em combate aos efeitos da COVID-19


    Bruna Chieco

    Empresas de tecnologia como Facebook, Giphy, Microsoft, Pinterest, Slack, TikTok, Twitter e WeChat, se uniram com a Organização Mundial Saúde (OMS) para organizar o COVID-19 Global Hackathon. O objetivo será estimular desenvolvedores a criarem soluções de software que geram impacto social e pensarem sobre como enfrentar alguns dos desafios relacionados à atual pandemia de coronavírus (COVID-19). A maratona inicia nesta quinta-feira, 26 de março, quando serão abertas as inscrições.

    Com a hashtag #BuildforCOVID19, inovadores em todo o mundo foram convidados a usar tecnologias de sua escolha em uma variedade de temas sugeridos e áreas de desafio, ajudando a construir novas soluções para enfrentamento da pandemia. O hackathon receberá soluções local e globalmente focadas e será aberto a todos os desenvolvedores com suporte das empresas e plataformas de tecnologia citadas anteriormente, que compartilharão recursos para apoiar os participantes em todo o mundo. 

    O prazo final para enviar projetos, incluindo um vídeo de dois minutos, vai até 30 de março. A partir dessa data, os juízes devem fornecer feedback e se conectar com os projetos selecionados. Os projetos em destaque serão anunciados no dia 3 de abril.

    Temas – As principais áreas de desafio que a inovação tecnológica poderia ajudar a resolver foram pensadas junto a OMS, incluindo a necessidade de informações precisas sobre prevenção de doenças em todo o mundo em idiomas e formatos que ressoam localmente bem. Além disso, é preciso atender às necessidades regionais por educação, recursos e suprimentos, além de fornecer apoio financeiro.

    Para que essas demandas possam ser atendidas, foram sugeridos os seguintes temas para serem trabalhados pelos desenvolvedores que participarem do hackathon:

    • Saúde: abordar e dimensionar uma série de iniciativas, incluindo comportamentos preventivos e de higiene (especialmente para países e populações em risco), apoiando os profissionais de saúde da linha de frente, ampliando a telemedicina, estratégias de rastreamento e contenção, tratamento e desenvolvimento de diagnóstico.
    • Populações Vulneráveis: o conjunto de problemas que os idosos e os imunocomprometidos enfrentam, como acesso a refeições e mantimentos, e apoio àqueles que estão perdendo emprego e renda.
    • Empresas: o conjunto de problemas que as empresas enfrentam para se manter, para colaborar de forma eficaz e mover partes de seus negócios on-line.
    • Comunidade: promover a conexão com amigos, familiares e vizinhos para combater o isolamento social, e a digitalização de serviços públicos para os governos locais.
    • Educação: ambientes e ferramentas alternativas de aprendizado para alunos, professores e sistemas escolares inteiros.
    • Entretenimento: alternativas às formas tradicionais de entretenimento que podem manter artistas e o público seguros e saudáveis.
    • Outros: os temas acima são apenas sugestões. Sinta-se empoderado para ser criativo!

    Gostou? Dá uma olhada no site (em inglês) e se quiser participar, se inscreva!

    Edited by Bruna Chieco

    Sign in to follow this  


    User Feedback

    Recommended Comments

    There are no comments to display.



    Join the conversation

    You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

    Guest
    Add a comment...

    ×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

      Only 75 emoji are allowed.

    ×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

    ×   Your previous content has been restored.   Clear editor

    ×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.


×
×
  • Create New...