Jump to content
  • iOS 14 prioriza segurança e privacidade dos usuários


    O novo iOS 14 apresenta uma série de recursos de privacidade projetados para dar aos usuários do iPhone mais controle sobre suas informações pessoais. Segundo análise do Arstechnica, as proteções têm como objetivo controlar os desenvolvedores de aplicativos, provedores on-line e anunciantes que muitas vezes ultrapassam os limites da coleta de dados aceitável, monitorando para que não ultrapassem totalmente os limites.

    Com o iOS 14, os usuários também são notificados, em tempo real, sempre que um aplicativo captura áudio ou vídeo de um telefone. Ele também fornece uma lista de aplicativos que acessaram recentemente o microfone ou câmera. O indicador muitas vezes é um ponto ao lado do indicador da bateria ou acima do medidor de intensidade do sinal. 

    Em relação ao armazenamento de fotos, antes os usuários tinham uma escolha binária: permitir que um aplicativo acesse todas as fotos armazenadas ou proibi-lo. Agora, os usuários têm uma nova opção: permitir que um aplicativo acesse uma ou mais fotos específicas, enquanto o resto permanece fora dos limites. 

    Já no controle de aplicativos que desejam acessar redes locais, o iOS 14 permite que os usuários limitem a prática. Há ainda um controle mais refinado de acesso à localização. Antes, os usuários iOS podiam conceder ou negar acesso à localização para um aplicativo, e essa localização era precisa até o endereço físico. Agora, há uma nova opção para dar acesso ao local próximo, mas não à localização exata. 

    O novo iOS também fornece uma notificação sempre que um aplicativo acessa a área de transferência. Há melhor controle, também, sobre credenciais e senhas a partir das notificações de senha comprometida. O iOS agora tem acesso a um banco de dados de senhas sabidamente comprometidas e avisa os usuários sempre que uma senha armazenada no gerenciador de senhas estiver na lista. 

    O iOS 14 trouxe ainda novos requisitos de divulgação para desenvolvedores de aplicativos. Agora, eles devem divulgar as práticas de privacidade para a Apple. Os detalhes necessários incluem qualquer coleção de localização, contatos, compras, navegação em história, finanças pessoais e identificadores exclusivos. Além disso, o novo sistema proporciona acesso a Wi-Fi com melhor privacidade, randomizando totalmente os endereços MAC que os chips Wi-Fi usam para se identificarem em pontos de acesso. Por padrão, o iOS 14 usará um "endereço privado" gerado aleatoriamente, exclusivo para uma determinada rede.

    Sobre rastreamento, o Safari fornece agora um relatório de privacidade que resume os rastreadores que os usuários encontraram nos últimos 30 dias.

    Edited by Bruna Chieco


    User Feedback

    Recommended Comments

    There are no comments to display.



    Join the conversation

    You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

    Guest
    Add a comment...

    ×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

      Only 75 emoji are allowed.

    ×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

    ×   Your previous content has been restored.   Clear editor

    ×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.


×
×
  • Create New...