Ir para conteúdo
  • Cadastre-se
  • Entre para seguir isso  

    Malwares para Linux escondidos em SSH


    Leandro Fróes

    A empresa de segurança ESET recentemente publicou uma pesquisa mostrando que mais de 21 famílias de malwares estavam escondidas dentro de ferramentas de SSH (Security Socket Shell) para Linux.

    Muitas distribuições Linux já vem com ferramentas de SSH por padrão, mas ainda assim há muitas outras versões para download e dentre elas, muitas infectadas. Os malwares possuem funcionalidades que vão desde exfiltração de dados até mecanismos que permitem ao invasor uma maneira furtiva e persistente de se conectar de volta à máquina comprometida (persistência). Um outro detalhe interessante é que alguns malwares checavam se já havia alguma backdoor instalada antes de instalar a sua, através de um script em Perl.

    É recomendada a leitura de todo o artigo para melhor entendimento não só das ameaças, mas também do motivo de sua criação e sua relação com o SSH.

    Entre para seguir isso  


    Feedback do Usuário

    Comentários Recomendados

    Não há comentários para mostrar.



    Crie uma conta ou entre para comentar

    Você precisar ser um membro para fazer um comentário

    Criar uma conta

    Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

    Crie uma nova conta

    Entrar

    Já tem uma conta? Faça o login.

    Entrar Agora

×