Jump to content
  • Sign in to follow this  

    Senhas fracas são primeira opção de invasores em ataques


    Bruna Chieco

    A F-Secure mantém um monitoramento constante por meio de servidores instalados em países ao redor do mundo para detectar padrões nos ataques cibernéticos. Em uma dessas investigações, a companhia percebeu um aumento significativo no tráfego desses servidores no segundo semestre do ano passado, o que reflete o número crescente de ameaças aos dispositivos da Internet das Coisas (IoT).

    Segundo o site ZDNet, a partir desse monitoramento, a F-Secure detectou que os invasores buscam um dispositivo potencialmente vulnerável e, depois que ele é descoberto, o próximo passo é tentar obter acesso a ele. A principal opção sempre presente de senhas para os atacantes tentarem invadir o dispositivo é 'admin'. Outras senhas na lista dos criminosos incluem '12345', 'default' ('padrão'), 'password' ('senha') e 'root' ('raiz'). No ano passado, o Centro Nacional de Segurança Cibernética (NCSC) do Reino Unido observou que a senha '123456' foi encontrada 23 milhões de vezes em violações.

    A F-Secure alerta que forçar a descoberta de nomes de usuário e senhas padrão de fábrica em dispositivos de IoT continua a ser um método eficaz para os cibercriminosos invadirem esses dispositivos e colocá-los em botnets que podem ser usadas em ataques DDoS. 🔒

    Sign in to follow this  


    User Feedback

    Recommended Comments

    There are no comments to display.



    Join the conversation

    You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

    Guest
    Add a comment...

    ×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

      Only 75 emoji are allowed.

    ×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

    ×   Your previous content has been restored.   Clear editor

    ×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.


×
×
  • Create New...