Jump to content

ncaio

Do Zero Ao Um - Instructors
  • Posts

    53
  • Joined

  • Last visited

  • Days Won

    19

ncaio last won the day on August 23 2023

ncaio had the most liked content!

Recent Profile Visitors

The recent visitors block is disabled and is not being shown to other users.

ncaio's Achievements

69

Reputation

  1. Há um tempo atrás, comprei um kit educacional no AliExpress para brincar com os meus filhos e presentar os filhos dos meus amigos. Agora, depois de um certo tempo, resolvi voltar a postar reviews e alterações neste espaço do fórum. Vou aproveitar aqui e introduzir outras ferramentas e técnicas, principalmente de rádio frequência. Este tópico é progressivo, ou seja, eu vou concatenando nele novas informações de acordo com o andar da carruagem. RECOMENDO A LEITURA DO POST: Vamos iniciar pelos 5 pontos descritos no artigo mencionado: 1 - Escolher; 2 - Motivação!?; 3 - Catalogar; 4 - Identificar pontos; 5 - Qual caminho devo seguir ?. 1 - Escolher Bem, como descrito na introdução, eu achei legal fazer o review deste kit por motivos de simplicidade e por ser uma comunicação sem fio. Um simples kit composto por um transmissor e um receptor. Será legal determinar a frequência utilizada, como todo o arranjo do circuíto. 2 - Motivação Voltar a contribuir com este espaço, com certeza! Passei muito tempo viajando e sem uma bancada digna para praticar este hobby. 3 - Catalogar Informações básicas do equipamento (Segundo a descrição do produto) Uma breve descrição: Kit educacional que trabalha fundamentos de transmissão e recpção de sinais de rádio. Tipo do dispositivo: Brinquedo Educativo Fabricante: N/A Modelo: N/A Versão: N/A Materiais: Plástico, madeira e metal Tamanho: 12x9x5cm/4.72x3.54x1.97inch Destaque do Hardware: Receptor: CI principal: TXM 8D231B Alimentação: 2 plilhas AA Transmissor: CI principal: N*A Alimentação: 2 pilhas AA Canais: 2 (1 para frente e 1 para trás) Visão externa: Após montado, o kit fica com a seguinte cara. Visão do receptor Através de um zoom, com auxilio de uma lente de aumento e algumas pesquisas na Internet, foi possível catalogar o chip principal, um TXM 8D231B. Infelizmente a descrição impressa no chip não tá correta. Isto é comum em produtos clonados ou até mesmo para evitar engenharia reversa. Visão do transmissor Não tem um chip principal. 4 - Identificar pontos Um pouco sobre o TXM 8D231B A principio, não existe nenhuma documentação relacionada a este produto disponível, a não ser alguns reviews Russos e produtos ofertados em sites chineses, por exemplo. A TXM é uma série da Linx Technologies onde o part number geralmente tem relacionamento com a frequência. Por exemplo, o TXM-315-LR é um transmissor que opera em 315MHz, TXM-433 em 433Mhz e assim por diante. Se observarmos com atenção a imagem do chip principal, aqui descrito como TXM 8D231B, o número de série é ZYH422, que pode nos induzir a pensar: Nossa, este circuito opera em 422MHz, correto ? Outra dúvida, TXM é um prefixo pra transmissor. Estamos aqui falando do receptor. Anyway, é assim mesmo. Este é um dos problemas de avaliação em produtos de baixo custo. 5 - Qual caminho devo seguir ? Eu vejo um grande potencial na analise da comunicação sem fio deste brinquedo. Como este ´post é escrito em tempo de execução, vou dividir rádio frequência em tópicos de acordo com os passos dados. Podemos inciar determinado a frequência de operação. Procurando a frequência Já que não temos um datasheet para nos nortear na procura da frequência utilizada, vamos fazer leituras com a utilização de um RTL SDR como este aqui. Utilizando o software Gqrx, fiz uma leitura inicial na faixa 422MHz, apenas por curiosidade. Já que na especificação do chip principal tem uma alusão ao 422. São teste simples. Aperto os botões do transmissor e observo a resposta no analisador. A procura inicial por picos e por subsequencia, modulação, por exemplo. Nada de interessante foi observado. A não ser o fato que este chip deve ser um clone não oficial. Neste caso, a frequência são 27MHz. Indo direto ao ponto. Na face reversa da placa do receptor, temos essa informação. Além de obter essa informação nas fontes mencionadas neste texto. A seguir uma fotografia quando repetimos estes passos na faixa de 27MHz . As seguintes imagens representam o botão direito pressionado. Uma visão geral e um zoom de 9x na frequência exata de transmissão. Outro lance legal de observar é o waterfall. Isto pode ser útil para descobrir características de um sinal . Assim com uma amostra de áudio. gqrx_20210218_014308_27027000.wav Botão esquerdo, na mesma sequência anterior. gqrx_20210218_020854_27063500.wav Encontrei uma referência próxima deste processo de identificação no SigIDWiki, segue a URL: https://www.sigidwiki.com/wiki/OOK_RC_Car_Remote_Control Mantendo a corrente constante do motor Capacitores são utilizado em motores AC, para: * Reduzir ruídos * Reduzir interferencia * Estabilidade na corrente * ... Leitura realizada antes da adição do capacitor em um osciloscópio. É possível observar instabilidade na corrente quando o botão do transmissor é pressionado e o motor acionado. Com o capacitor em série Quando novas ideias e sugestões forem surgindo, irei atualizando este post. =]
  2. Entendo. Não tem hdmi, é uma caixa com conexão USB. No meu caso, este device ajuda bastante. Consigo fazer leituras Jtag, serial e mapeamento de portas, com muita facilidade. Até hoje, como hobista, nunca precisei de algo mais profissional.
  3. Olá @fredericopissarra, tudo bem ? Um analisador lógico, de 8 canais, 24MHZ já é um começo. Custa +/- R$20,00. Em breve vou colocar o release dele aqui na página. Obrigado.
  4. -> Espaço dedicado a ferramentas e instrumentações utilizadas no processo de Hardware Hacking; -> Este não é um guia de como utilizar cada ferramenta; -> A organização de um laboratório inicial para Hardware Hacking pode ser um pouco caro. Este tópico procura focar em baratear este custo e evitar gastos desnecessários. -> EM BREVE NOVAS FERRAMENTAS - FIQUE A VONTADE PARA COLABORAR/SOLICITAR NOVOS ITENS NESTA LISTA. [- Multímetro -] [- Ferro de solda, Sugador, Suportes e Estanho -] [- Alicates e Chaves em Geral -] [- Fios e conectores -] [- UART - USB TTL SERIAL -] [- Analisador Lógico -] [- Programador FPGA e Serial Configuration Device -] [- Programador de Memória -] [- MULTÍMETRO -] Com certeza você já ouviu falar sobre o multímetro. Ferramenta quase que obrigatória para testar componentes eletrônicos e circuitos. Voltagem, amperagem, resistência e condutividade, são grandezas elétricas que podemos medir com um Multímetro. Esta ferramenta pode ser do tipo Digital e Analógico. Se você precisa de medições exatas, a recomendação é o uso de um multímetro do tipo analógico. Por ser mais fácil de manusear, os multímetros digitais são mais recomendados para iniciantes. Qual multímetro comprar ? Primeiro é importante levar em consideração o seu perfil. Sabemos que o multímetro digital é recomendado para iniciantes. No entanto, iniciantes podem se depararem com cenários básicos, onde a medição mais detalhada seja necessária. Com o decorrer do tempo, pessoas adquirem multímetros digitais mais caros, que são bem próximos dos analógicos em seu detalhamento. Ou simplesmente, tem os dois tipos. Se você vai adquirir o seu primeiro multímetro, a recomendação é: Compre um Digital. A cara do multímetro Aquela caixinha, em sua grande maioria, de coloração amarela, com um par de fios. Um cabo vermelho e o outro preto. Com uma chave seletora no centro e um display no topo. Este é o perfil do tradicional modelo de multímetro que encontramos com facilidade em nosso mercado. Existem outros modelos de multímetros, modelos estes que vão além da mensuração. Multímetros capazes de identificar automaticamente componentes eletrônicos e seus respectivos valores. Alguns modelos utilizam o chip Atmega328 e são facilmente encontrados no AliExpress, por exemplo. String para consultar sobre este modelo: mega328 m328 lcr-t4. Este dispositivo é bastante eficaz para identificar componentes diretamente na placa e componentes difíceis de identificar a olho nu. Estes componentes são descaracterizados pelos fabricantes para evitar engenharia reversa. [- Ferro de solda, Sugador, Suportes e Estanho -] Ferro de solda Ferramenta utilizada no processo de unir/separar dois componentes metálicos. O ferro de solda aquece e fornece o calor necessário para derreter o material que irá unir dois metais. Este material é conhecido como solda. Geralmente, temos os termos: Ferro de solda - O equipamento, Solda - A substancia utilizada para unir dois metais e Soldagem - A técnica de unir/fixar. Qual ferro de solda comprar ? Primeiramente, assim como outros equipamentos eletrônicos, a tensão. Seu ferro de solda vai ser para 127V ou 220V ? Próximo passo é determinar a voltagem, o quanto o seu ferro de solda vai esquentar. A recomendação para componentes eletrônicos padrões, comummente encontrados no mercado e que provavelmente são iguais ao que você trabalha ou pretende trabalhar, é entre 20W - 60W. No mercado brasileiro, a opção de 40W é a mais ofertada. 40W é um valor bastante interessante, se adapta a ambientes climatizados ou ventilados, perde menos calor. E não é tão quente ao ponto de interferir na soldagem de componentes alojados relativamente próximos uns aos outros. A cara do ferro de solda Bem parecido com uma caneta, com um fio longo. Existem modelos a gás, sem fio e de mesa. Complexas estações de soldagem, também. Alguns ferros de solda apresentam ajuste de voltagem. Sugador Ferramenta utilizada no processo reverso de soldagem. Ele vai te auxiliar a remover a solda, proporcionando o desacoplamento de dois metais. Qual sugador comprar ? Este é um equipamento simples, mas existem alguns detalhes. Podemos encontrar sugadores com proteção estática, por exemplo. Entre as observações com relação a qual sugador comprar, o destaque é para a substituição do bico. Este componente é o que mais desgasta em sugador, por estar em contato com altas temperaturas. Dê preferencia a sugadores que permitem a troca do bico. A cara do sugador De formato cilíndrico, que pode ser engatilhado e disparado para sugar a solda aquecida pelo ferro de solda ou assoprador térmico. Possui um bico plástico. Suportes Este equipamento serve como base protetora para proteger você e o objetos do calor gerado pelo ferro de solda. Qual suporte comprar ? Geralmente, alguns ferros de solda acompanham uma base metálica simples. Que serve como quebra galho. No entanto, a proximidade que o ferro e a superfície base tem no caso dos suportes simples, não os tornam recomendados para a sua segurança. Opte pela base de mesa com suporte em espiral. Assim como você pode observar nas imagens seguintes. A cara do suporte Pode ser uma chapinha de metal, uma base com suporte protetor ou até mesmo uma base sofisticada com braços auxiliares modulares. Solda Substancia metálica utilizada para unir metais e protege-los. Geralmente apresentada no formato de fio/arame. Estanho e chumbo são as substâncias base, em variadas proporções. E encontramos este fio em vários diâmetros. Qual solda comprar Para a maior parte do seu trabalho, você provavelmente irá utilizar estanho de diâmetro 1.0mm. A cara da solda Geralmente vendida em tubinhos ou rolos. É possível comprar porções menores, no metro, por exemplo, em casas do ramo. [- Alicates e Chaves em Geral -] Alicates e chaves nunca são demais. São ferramentas fáceis de encontrar e baratas. De vários tamanhos e marcas. Estas ferramentas são itens indispensáveis em sua oficina. Quais chaves e alicates comprar ? Sem sombra de duvidas, aqueles kits de ferramentas X em 1 que facilmente encontramos em lojas do segmento e até em supermercados. Com o decorrer do seu progresso, algumas chaves específicas irão ser necessárias. A cara das ferramentas e alicates Diversos formatos, diversas formas e várias combinações. [- Fios e conectores -] Utilizado para unir componentes eletrônicos e dispositivos variados. Cabos/fios são itens obrigatórios na caixa de ferramentas. É fácil de encontrar e geralmente são reaproveitáveis. Existem cabos com conectores, por exemplo. Estes são bastante úteis para interligar duas pontas com pinos conectores presentes. Quais fios e conectores comprar ? O mercado é repleto de opções. De inicio, você pode utilizar os fios presentes em cabos UTP, que você irá facilmente encontrar para descarte ou ali, jogado no canto de uma sala. Reutilizar fios é um bom habito. No entanto, muitas vezes precisamos do cabo certo para a conexão certa. Procure sempre pesquisar por alternativas. Procure ter várias opções disponíveis de fios e conectores. O Arduino trouxe ao mercado os jumpers, e é aconselhável tê-los a disposição. A cara dos fios e conectores Provavelmente, em sua pesquisa por fios e conectores, os jumpers irão brotar em sua tela. Vamos observar alguns modelos. [- UART - USB TTL SERIAL -] Interface USB conversora para RS232/RS422/RS485, que serve, por exemplo, para realizar update de dispositivos legado, transferência de dados e interfaceamento MCU/PLD/FPGA. Você irá utilizá-lo em conjunto com um terminal serial, minicom ou putty, por exemplo. Este conversor é conectado ao hardware nas portas “seriais”. Qual UART - USB TTL SERIAL comprar ? Existem vários modelos e fabricantes. No entanto, existem 2 chips principais que são utilizado. O FT232R e o PL2303. Você também pode utilizar um Arduino como interface conversora. A cara do UART - USB TTL SERIAL Como exemplo, duas interfaces com chip PL2303. Uma é uma placa com pinos ea outra, algo meio que integrado, o circuíto é menor e já tem as conexões na extremidade. [- Analisador Lógico -] Ferramenta utilizada para observar sinais digitais e geralmente com mais portas de que um osciloscópio. Bastante utilizado em comunicações seriais e para observar formas de ondas digitais. Qual analisador lógico comprar ? A marca mais utilizada pelos principais players, tipo: Tesla, SpaceX, Google e etc, é a Saleae. Inclusive, é a marca mais copiada pelo mercado paralelo. Você pode iniciar com um clone Saleae, por exemplo. Ele tem 8 canais - 24Mhz de amostragem. A cara do analisador lógico [- Programador FPGA e Serial Configuration Device -] O uso de circuitos integrados FPGA Field Programmable Gate Array é adotado em dispositivos de redes, por exemplo. São circuitos que podem ter vários desenhos, pode operar como uma placa de vídeo, um processador, ou ambos. Tem um custo mais elevado, por isso não é muito comum encontrá-lo em um access point domestico. Mas posso citar um que tem. O AP Dlink DWL 900AP tem um PLD Altera da família MAX3000A. Isso é um forte indicio de implementação IEEE Std. 1532. Qual Programador FPGA e Serial Configuration Device comprar ? Os baratos, que utilizam o chip STM32F101, também conhecidos como USB-BLASTER, são bem fáceis de encontrar. É comum relatos negativos sobre este chip, o STM32F101. Caso procure por algo mais estável, opte por um Terasic USB BLASTER ou um Altera oficial. A cara do Programador FPGA e Serial Configuration Device Modelo barato disponível no mercado. [- Programador de Memória -] Estas ferramentas são necessárias para fazer download e upload de firmwares de I2C EEPROMS e SPI FLASH (25 SPI BIOS e 24 I2C EEPROM). Qual Programador de Memória comprar ? A opção barata e funcional é o programar CH341A. É um chip que emula porta paralela padrão, porta paralela de memória, UART e synchronous serial (I2C, SPI). A cara do programador de Memória O legal do CH341A é a possibilidade de ajustes e conexões disponíveis. <EM BREVE NOVAS FERRAMENTAS - FIQUE A VONTADE PARA COLABORAR/SOLICITAR NOVOS ITENS NESTA LISTA>
  5. ====== Bem-vindo a bordo ====== Este é um repositório/espaço aberto/livre de conteúdo referente a hardware hacking em geral. Sinta-se a vontade para contribuir e retirar suas dúvidas. Assim como em outros espaços de conhecimento compartilhado na Internet, este Fórum tem regras. Algumas delas, são: * Seja educado(a) e respeitoso(a); * Pesquise antes; * Seja claro(a) e descritivo(a); * Esteja preparado(a) para compartilhar informações relevantes a sua dúvida; * Não fuja do foco; * Referencie autores; * E etc.
×
×
  • Create New...