Jump to content

fredericopissarra

Membros
  • Content Count

    340
  • Joined

  • Last visited

Community Reputation

261 Excellent

Recent Profile Visitors

The recent visitors block is disabled and is not being shown to other users.

  1. Analogias só te levarão até certo ponto. Nesse "curso", que escrevi no início dos anos 90, explica melhor:
  2. Decifrando o número: Oitocentos e oitenta e cinco quintilhões, trezendos e oitenta e oito quatrilhões, quatrocentos e trinta e oito trilhões, trezendos e noventa e um bilhões, quatrocentros e setenta e três milhões, setecentos e vinte e nove mil, trezendos e sessenta e três. É isso... ?
  3. Na analogia da estrada, onde é o KM 0? São Paulo? Esse é o offset 0, se você está no km 50, está no offset 50, ao andar mais 2 km, vai pro offset 52. Note que não existe apenas ESSA estrada. O offset, no exemplo, é medido em relação a ESSA referência, mas existem outras referências pelo mundo afora. No caso do modo real, um "endereço de memória" é especificado com um par de valores: SEGMENTO e OFFSET. O segmento te dá o endereço base e o offset te dá o deslocamento dentro desse segmento... No modo real, bloco do segmento sempre tem 64 KiB de tamanho (e o offset também).
  4. "offset" é "deslocamento". Se você estiver parado onde está e se deslocar 1 metro pra frente, então está no offset +1 metro pra frente. Com relaçẽo a "endereço de memória", se você assumir como base um endereço qualquer, um "deslocamento" de N bytes para frente é o "offset" (deslocamento) com relação a essa base. No modo real o "segmento" é essa base e, junto como ele, compondo o endereço físico, tem o "offset" (deslocamento).
  5. Para mim parece ainda estar "oculto", já que não vejo nenhuma referência à código fonte por aqui.
  6. Também prefiro getline() em certos casos, para deixar a função alocar o buffer, mas ela é POSIX, não ISO. De fato, get_s() é mesmo definida na C11, mas gets() sumiu na C99 e não existe por lá também... talvez seja por isso.
  7. Fernando, Só para constar: gets() e gets_s() não constam da biblioteca padrão. E existe um outro problema mais sutil do que as vírgulas. Mas, como fui tão carinhosamente pedido para ignorar e "passar longe", curtindo minha vida amarga e triste, deixo para descobrirem...
  8. Blz... já que você não quer uma explicação sobre o problema, tá tudo certo...
  9. Você sequer tentou compilar esse troço, tentou?
  10. Existem vários problemas: Uso de int ao invés de unsigned int como índice do array; Array definido na pilha, sem checar o tamanho informado; Uso desnecessário (e errado) de locale; soma não é inicializado em lugar nenhum; Uso errado das referências aos elementos do array vetor; Não é verificado sequer se os valores conseguiram ser lidos.
  11. Ué?! O compilador já está dizendo porquê! Você não pode alocar um objeto de uma classe abstrata!
  12. PS: O autor desabilitou conversas em privado no Discord...
  13. O autor pode ser encontrado no Discord do Mente Binária... ele costuma escrever pra caramba por lá (chega a ser chato!)... ? Quanto ao seguir o material... acho que dá. Como qualquer material, é necessário cautela!
×
×
  • Create New...